segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Estupida existencia...

Existi para me dizeres que existia...
Cruzei o meu olhar com o teu,
Fiquei presa a ti...
Agora vejo,
Que era tudo vazio...
O olhar que um dia se cruzou com o meu,
Era sombrio...
Apenas viu em mim um objecto...
Presa fácil me tornei,
Em ilusões passei a viver,
Construí castelos em areias movediças...
Com eles afundaram-se os meus sonhos,
E o amor que um dia senti por ti....
Triste realidade a minha,
Viver de sonhos impossíveis...



10 comentários:

PavlovDoorman disse...

Que você existe dúvidas não há... A não ser que seja você o sonho de alguém, e só essa pessoa a consiga ver na plenitude.

Beijinho Menina Ci

ci disse...

ver ou nao ver eis a questao...

PavlovDoorman disse...

Xiii trocadilho manhoso.... eheh

Beijinhos

ci disse...

vês?:P

PavlovDoorman disse...

Falando com suotaque à Puorto Beijo...

ci disse...

busto inteligente deve ser de comprar no modelo e no continente...

PavlovDoorman disse...

Essa rima...tem muito que se lhe diga...

ci disse...

tem tem...

*

António Inglês disse...

Uma andorinha não faz a Primavera...
e elas andam em bandos, vêm sazonalmente e é nessas alturas que uma ou outra fica... é preciso saber agarrar a oportunidade...
de resto... se calhar ainda não apareceu quem a merecesse.... apenas isso...
Beijocas
António

ci disse...

Antonio- Apenas isso...mas custa...vai passar...mas deixa rastos...

beijo da ci