sábado, 13 de setembro de 2008

Acreditei...

Como fui capaz de acreditar??
Que serias diferente?
Que talvez fosses tu o meu porto seguro,
Em momentos de tormento...
Como fui capaz de acreditar??
Que aos teus olhos seria diferente...
Se o que eu mais era, era ser vulgar...
Como fui capaz de acreditar??
Que te tinha nos meus sonhos...
Se o que pretendias era...
Nem coragem tenho para o descrever...
Apenas sinto desilusão...

7 comentários:

Alberto Nobre disse...

You allways... be special for me!

ci disse...

al- o sempre nao existe...

beijo da ci

Alberto Nobre disse...

Isso depende de ti!

ci disse...

veremos...

PavlovDoorman disse...

Isto é uma saia ou um saco-cama?eheheh

Espero não incomodar a conversa...

ci disse...

pav-a conversa ja tava acabada...um saco cama claro...:)

beijo da ci

PavlovDoorman disse...

Um saco-cama na praia parece-me bem...
Só falta uma fogueira e uma guitarra, espero que a menina saiba tocar porque eu não sei...eheh

Beijinho