segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Incertezas...

Deitou-se numa cama fria
Adormeceu sem ter tempo de aquecer
sem pensar na vida
ao contrário de todas as outras noites...

Pela manhã acordou
como se uma folha da vida
tivesse sido escrita na noite anterior
será que sente novamente?

Deslizou pelas curvas da casa
sentou-se no sofá
acendeu o primeiro cigarro do dia
e perdeu-se nos seus pensamentos...

Procurava pistas nas palavras dele
num passado oculto
viu que era humano
e que amou de formas diferentes...

Sente-se confusa
perdida entre um mar
de palavras passadas
e o mistério das palavras do futuro...

3 comentários:

Cris mary disse...

Bravoooo ci quando for grande também quero saber escrever alguma coisa de jeito;))
beijosssssss

Nilson Barcelli disse...

Não te percas. Prefere as palavras do hoje (preferencialmente) e as do futuro.
E não fumes... eu também fumo, mas sei que é uma burrice de todo o tamanho.
Contunuas linda, mesmo a preto e branco.
Beijos.

ci disse...

Cris- claro que sabes...deixa-te disso...lol

Nilson- é sempre bom ter a tua visita por ca...

Beijo da ci