domingo, 6 de setembro de 2009

Impossivel de entender...


Não consigo entender,
Porque acredito tanto em ti...
A ideia de te ter,
De que precisas de mim,
De que o teu coração precisa de mim,
Para curar essa ferida ainda aberta...
Não consigo entender,
Como o meu amor persiste...
Como o meu coração não desiste...
Mesmo quando a minha força se perde,
Os meus sonhos ficam cada vez mais distantes...
Tu existes,
Tu vives nos meus pensamentos,
Nas minhas noites em branco,
Em todos os momentos...
Não me sais do pensamento,
Do coração...
Amo-te tanto...
Que nem sou capaz de o explicar...
Apenas de o sentir,
E de to fazer sentir...
Não resistas,
Vem até mim...
Não procuro um amor...
Procuro-te...



1 comentário:

Marlene disse...

O Amor não se entende...é ele que nos leva a cometer a maior parte das loucuras nas nossas vidas...
Nem se procura...encontra-se quando menos esperamos, sonhamos, pensamos, ambicionamos...