domingo, 15 de março de 2009

Viver para mim....

Hoje...
Finalmente percebi...
Que o erro foi meu,
Moldar-me a ti....
A espera do mesmo...
Ficar com os restos do teu tempo....
Viver a tua sombra...
Errei por pensar,
Que o amor seria assim...
Errei por me acomodar...
Agora acordo e vejo,
Que ainda é tempo...
De me encontrar e de lutar...
Não por ti...
Nem por nós ,
Porque isso não existe....
Lutar por mim,
Pelo meu amor próprio,
Que quase se perdia...
Vou viver...
Viver para mim...
Lutar pelos meus sonhos...
Ir até eles...
E procurar o verdadeiro amor,
Libertando-me desta ilusão...
Em que vivi...
Hoje acordei...
Porque estou viva...
E o meu limite...
É o infinito...

6 comentários:

Amaral disse...

Claro que ainda é tempo!
É sempre HOJE que poderás decidir como decidiste!
E porque estás VIVA, deves manter essa certeza. A certeza de que, se o quiseres, podes mudar a tua vida! Podes escolher entre viveres oprimida e viveres livre! Podes encontrar coisas melhores na simples forma de estar na vida! Mesmo que aparente ser apenas um sonho - faz desse sonho a tua realidade firme e dá alegria e sorrisos ao teu rosto!

Anjo De Cor disse...

Nunca devemos de deixar de ser quem somos, por nada nem ninguém...
Gostei muito do teu texto e das tuas fotos tb ;)
Quém o fotografo?
Bjs Amiga ;)

ci disse...

Amaral- Sorrisos, sol e mar...um amor antigo volta a pairar...:)

Beijos da ci

ci disse...

Anjo de cor- Por vezes cometemos esse erro...até muitas vezes....mas assim se vive...

O fotografo não existe, sempre tirei as fotos sozinha...a mim própria...

Beijo da ci

Nanny disse...

Isso mesmo!

O limite é o infinito! Já to tinha dito em tempos... lembraste?

Beijinhos

ci disse...

Nanny- Lembro sim amiga...

Beijo da ci