quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Acreditar...

Acreditei,
Que já não acreditava...
Que a vida,
Seria para viver,

Apenas por viver...
Acreditei,
Que os meus sonhos,
Se afastavam de mim...
Que o amor,
Que tanto esperava,

Me passava,
Simplesmente ao lado...
Acreditei,
Que era mais fácil desistir,
Do que lutar...

Que o meu coração,
Iria bater,
Com o mesmo ritmo,
Até ao fim dos meus dias...
Hoje...

Acredito...
Que já não acredito em nada,
Do que julguei acreditar...
Porque não era acreditar,
O que eu procurava,
Apenas viver...
Viver com o beijo...
Que me completa...

E que vive em mim...


20 comentários:

pb disse...

Bonito, mas triste....nunca deixes de acreditar.

Um beijo, Ci

Gustavo Ferreira disse...

Lindo... Kero te sempre assim inspirada :)

Nilson Barcelli disse...

A crença surge (ou deve surgir apenas) quando não podemos comprovar uma coisa, um estado, etc.
Acreditar em Deus, por exemplo, é legítimo. Ninguém pode provar que não existe ou o contrário.
A crença, por isso, tal como a esperança e a fé, para além dos casos em que são legítimas, são de evitar. Porque há sentimentos alternativos que são mais actuantes, afirmativos e positivos.
Através do teu magnífico poema, vi que, neste ponto, estamos de acordo.
Beijo.

ci disse...

Pb- nao é triste muito pelo contrario...:P

beijo da ci

ci disse...

Gustavo- Quero te sempre...:P

ci disse...

Nilson- Ainda bem...:)

beijo da ci

Anjo De Cor disse...

Bonito ;) escreves muito bem...
Já não ouvia há muita a música que tens no teu blog ... ;)
Obrigada pelo teu comentário depois da história foste a primeira a fazer-me rir... ;)
Bjs**

ci disse...

Anjo de cor- ainda bem que gostas-te...eh eh

beijo da ci

Gustavo Ferreira disse...

Gosto mto da foto ... Kem será o jeitoso... :)

ci disse...

De quem sera a boca fantastica colada a minha?...:P

Gustavo Ferreira disse...

É de um tipo xeio de sorte... :)

ci disse...

"cheiinhoooo"...:P

Rafeiro Perfumado disse...

Eu não acredito que tu acreditas que já não acreditas em acreditar...

Amaral disse...

Bonito, bonito, o teu poema...
Acreditar, viver e amar!
Como um beijo apaixonado que se prolonga até ao fim dos teus dias...
Hoje... acreditas!
Que bom!!!

Nomyia disse...

Uhhh. Sempre bonitas estas manifestações de carinho nos post e nos comentários ;)
*****

osátiro disse...

Inveja do tipo cheiiinho de sorte...

ci disse...

Rafi- Nao acreditas?? Deverias...:P

beijo da ci

ci disse...

Amaral- Hoje vivo...eh eh

beijo da ci

ci disse...

Nomyia- Love is in the air...:P

beijo da ci

ci disse...

Osatiro- eh eh...

Beijo da ci