quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Liberdade...

Caminho de olhos fechados,
Sigo as linhas do meu destino...
Sem medo...
Viro mais uma pagina,
No livro dos meus sonhos...
Nunca fui poeta de palavras,
Mas sim de sonhos....
Caminho...
Com mais uma marca em mim...
*Liberdade* és minha...
*liberdade*


17 comentários:

Pedro Barata disse...

Infelizmente nunca conseguimos ser donos absolutos da nossa liberdade. Mas há pessoas mais livres que outras e menos submissas à diversidade de condicionantes que lhes querem impor...

Beijinhos

ci disse...

Pedro- esta ninguém ma tira...:P

beijo da ci

Borboleta disse...

Se há palavra que venero, respeito e pratico é a liberdade... tatuada dentro de mim ;)

Beijinho Ci

ci disse...

Borboleta- Tatuada dentro e fora de mim...:P

beijo da ci

Amaral disse...

Bonito!
A liberdade é aquilo que cada um é...
O teu caminho, o teu destino, o teu sonho - são palavras em liberdade...

O Profeta disse...

Sou palavra perdida no silêncio
Gerada no ventre do Mar
Grinalda de perdidos sonhos
O passado do verbo amar

Amei!
Voar na chegada de cada Primavera
Pintar de luz as cores do verão
Pisei o tapete das folhas de Outono
Acendi em cada inverno uma fogueira de paixão


Convido-te ao encontro com o meu “Eu”

Bom fim de semana


Mágico beijo

PavlovDoorman disse...

Fecha o livro e caminha com essa liberdade até perto de mim, para que juntos possamos desenhar um novo caminho...

Beijo

a.menina disse...

"Liberdade" é sem duvida das palavras mais amadas :)
Até breve :P

Beijinho grande da Menina

Francisco Castelo Branco disse...

Ola! Vi o teu blogue e gostei bastante. Tem muito conteudo e bastante interesse;
Tenho um blogue . É www.olhardireito.blogspot.com ..... Gostava que o visitasse e desse uma opinião....
Obrigado pela atençao

Cumprimentos

Francisco Castelo Branco

**laura** disse...

Liberdade é tão fundamental e tão única, pertença secreta de cada um.
A tua ficou muito bem tatuada ;)

**

Nilson Barcelli disse...

Gosto do teu caminhar porque tens a liberdade nos olhos.
Vais admirar-te, mas não há poemas de palavras. Digo-o no meu último (não) poema. Porque a poesia só existe no olhar...
Escreveste mais um belo poema, parabéns.
Beijinhos.

MEU DOCE AMOR disse...

Que fique a liberdade...essa conquista diária.

Um beijinho doce querida Ci e obrigada pelas visitas e carinho deixado.Desculpa a minha ausência e façamos das palavras uma parte das nossas vidas,

Cidchen disse...

Menina Ci, obrigada pelos PARABÉNS!

Um grande beijinho *

nuvem disse...

Só não consegui perceber onde está a tatuagem :s

Gostei do poema :)

as velas ardem ate ao fim disse...

Espero que estejas muito mas muito bem.

ci disse...

obrigada a todos pelos comentários...

beijos da ci

Gothicum disse...

"A verdadeira liberdade é um acto puramente interior, como a verdadeira solidão: devemos aprender a sentir-nos livres até num cárcere, e a estar sozinhos até no meio da multidão."
(Massimo Bontempelli)

...e continua a seres livre para escrever assim. Abraços.